Don Laurindo: a vinícola mais aconchegante da Serra Gaúcha

Após uma grande pausa, retomo aqui os posts sobre as vinícolas que visitei. Esse aqui será um tanto especial, pois a vinícola da qual vou falar tem sinônimo de aconchego.
Eu encontrei a Don Laurindo também por acaso, pesquisando na internet sobre vinícolas no Vale dos Vinhedos. Ao entrar em contato com eles, me disseram que não era necessário fazer agendamento prévio para visita, era só chegar. Além disso, o valor da visita era de 30 reais, sendo voltado para compra de garrafas 🙂
Então, lá fomos nós. Ao chegar, a primeira boa surpresa. Fomos atendidos por ninguém menos que o seu Ademir, o atual dono da Don Laurindo (e filho do que dá nome a propriedade). Ele nos recebeu super bem, junto com um grupo que vinha do Maranhão. Como que em tom de conversa entre amigos de longa data, Ademir nos chamou para entrar e conhecer o processo no qual são feitos seus vinhos.

Cave Don Laurindo

Na cave ele nos explicou, com muito bom-humor, que seus vinhedos são próprios e que eles produzem lá apenas 1200 garrafas por ano. Assim como em outras vinícolas da região, o lema é qualidade ao invés de quantidade (e bota qualidade nisso). As uvas com as quais eles trabalham são: Chardonnay, Riesling itálico, Malbec, Tannat, Merlot e Cabernet Sauvignon. O que dá em algumas opções de garrafas de vinho.
Após a explicação dada por Ademir, ele nos convida a passar para uma outra sala, a sala de degustação. Ali, mais uma grata surpresa. Exibidos no balcão estavam todos os rótulos comercializados pela Don Laurindo. A ideia é, sirva-se do que quiser, o quanto quiser. Ademir nos diz que o ideal é seguir uma ordem: dos espumantes, passando para os brancos até chegar nos tintos. Mas, a escolha é inteiramente do freguês. Ali, ele nos deixa mais do que a vontade, não apenas para degustar, como também para perguntar tudo aquilo que queríamos. Parece mentira né?! Pois bem, não era.

Vinhos para degustação em ordem sugerida.

Ficamos por ali um pouco mais de duas horas, em meio a bate-papos, perguntas, olhares atentos, enfim...perdidos da noção de tempo e espaço. Conseguimos, com algum esforço, não vou negar (hehe), terminar o trajeto dos vinhos sugeridos por Ademir. No final, optamos por levar duas garrafas de vinhos tintos: Um Malbec Reserva safra 2014 e um assemblage Merlot/Cabernet/Tannat Reserva 2011. Ambos vinhos excelentes!

Adega das garrafas raras

Para completar essa manhã mágica que tivemos lá, no final seu Ademir nos informa que, em uma parte específica da plantação era possível provarmos as uvas que quiséssemos para entender a diferença de sabor entre elas. Maravilhoso. Ficamos por lá, mais alguns minutos experimentando Tannat, Malbec, Merlot...
Tudo que eu tenho a dizer sobre a Don Laurindo é: voltarei com certeza. Não só pelos vinhos maravilhosos, mas pelo atendimento que te acolhe e te faz lembrar a boa hospitalidade de sua terra natal.

Uvas para degustação

Informações úteis:
Onde: Vinícola Don Laurindo - Vale dos Vinhedos - Bento Gonçalves.
Quando: Fevereiro de 2017
Valor: 30 reais a degustação podendo ser revertido em compras.

site: http://www.donlaurindo.com.br/pt-br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *